Conservadora BH || Como evitar a inadimplência em condomínios
Blog

Como evitar a inadimplência em condomínios

Como evitar a inadimplência em condomínios

Uma das principais preocupações enfrentadas pelos síndicos atualmente é a de como evitar a inadimplência em condomínios. A inadimplência ocorre quando os condôminos deixam de pagar a taxa de condomínio ou atrasam muito tempo a quitação da cobrança.

Essa é uma questão muito séria, pois afinal de contas, é com o dinheiro arrecadado com essa taxa que o condomínio coloca em prática as medidas de melhoria e arca com as despesas de manutenção e infraestrutura predial.

Sem o recebimento correto da taxa, quem saí prejudicado é o condomínio e os condôminos. Iluminação, segurança, manutenção de elevadores, limpeza, impostos, tudo isso depende do pagamento dessa taxa.

Mas como evitar a inadimplência em condomínios?

Há algumas formas de evitar a inadimplência em condomínios, algumas inclusive são bem simples. Vamos conferir quais são elas:

  • A primeira delas é trabalhar na conscientização dos condôminos sobre a importância de realizar o pagamento em dia. Esclareça nas assembleias todas as contas que dependem diretamente desse dinheiro e como o condomínio fica prejudicado sem ele.

Esse é mais um motivo para incentivar a participação nas assembleias. Com uma frequência nas reuniões, os condôminos sempre ficam por dentro de todas as necessidades do condomínio e a tendência é que eles entendam melhor a importância de manter o pagamento em dia.

  • Outra dica para evitar a inadimplência em condomínios é facilitar ao máximo o pagamento. Mas quais as melhores formas de fazer isso?

A primeira dela é emitindo boletos registrados. Boletos registrados permitem que os condôminos paguem a taxa em outros bancos de sua preferência, em casas lotéricas, por aplicativos de celular, etc., até o dia do vencimento do documento.

Acha que os boletos registrados podem te ajudar a evitar a inadimplência no condomínio? A Semper Fidélis conta com essa solução. Saiba mais clicando aqui.

Sempre que possível, permita que os condôminos paguem com a opção de débito automático. Essa é uma ótima medida para pessoas mais esquecidas, que muitas vezes não efetuam o pagamento apenas por não se lembrarem.

Ofereça o máximo de opções de pagamento que for possível. Muitos condomínios erram ao adotar apenas uma, que pode não ser a melhor para todos os pagantes, aumentando a taxa de inadimplência.

  • Muitas vezes o atraso e a inadimplência se tornam tão preocupantes que é necessário tomar medidas mais drásticas como entrar na justiça. Mas atenção, essa medida tem que ser a última, feita apenas quando todas as formas amigáveis tiverem falhado.

O indicado é que se espere 90 dias para fazer uma cobrança formal e judicial. Depois desse tempo não espere mais. Isso é bem mais fácil quando você já conta com uma assessoria jurídica para te orientar e auxiliar e tudo que precisa ser feito.

A assessoria jurídica fica responsável por avaliar também a cobrança de juros e multa, além de analisar a possibilidade de acordos, que geralmente também são uma boa medida para lidar com a inadimplência.

Essas foram as nossas dicas sobre como evitar a inadimplência em condomínios. E para ter ainda mais ajuda, entre em contato com a Administradora e Conservadora Semper Fidélis e peça um orçamento. Podemos te oferecer as melhores soluções para a administração, limpeza e portaria. 

Acompanhe o blog para mais dicas como essa. Até a próxima!

Conheça mais sobre nós